Insignia GSi sedan: Opel’s new sporty flagship.

Opel desenha novo banco desportivo para o Insignia GSi

  • Desenvolvido e fabricado pela Opel;
  • Alia sustentação do corpo e conforto em distâncias longas;
  • Certificado pelos especialistas alemães em ergonomia da associação AGR;
  • Funções de ventilação, aquecimento, massagem e ajustamento do apoio lateral.

A Opel é, há muito, reconhecida por equipar os seus automóveis com bancos de qualidade ímpar. O fabricante de Rüsselsheim oferece bancos ergonómicos certificados pela associação alemã de ergonomia AGR em quase todos os modelos da sua gama, a começar no recém-lançado Crossland X. No novo Insignia, as versões desportivas GSi, em ambas as carroçarias de cinco portas e ‘station wagon’ Sports Tourer, passam a contar com uma nova geração de ‘bacquet’ desportiva que alia ótima sustentação do corpo do ocupante e elevado conforto em viagens longas. Este banco integral de elevada ‘performance’ oferece as mesmas funções dos bancos normais de topo de gama do Insignia, nomeadamente ventilação, aquecimento, massagem e regulação do apoio lateral. As costas altas, com encosto de cabeça integrado, foram desenhadas a pensar também no posicionamento ideal do cinto de segurança, algo que nem sempre é um dado adquirido em bancos desta natureza. Para o forro, a Opel oferece à escolha duas combinações diferentes de couro de alta qualidade. A assinatura discreta ‘GSi’ embutida à altura dos ombros faz parte da decoração sóbria. A equipa de desenhadores de bancos da Opel destaca a característica peculiar de a configuração do conjunto fazer lembrar uma cobra-capelo em posição de ataque, alegando que essa semelhança está em consonância com o caráter dinâmico do novo Insignia GSi.

Strong support in corners and high comfort over long distances: The new performance sport seat of the Opel Insignia GSi.

A notável atenção ao detalhe está bem patente, por exemplo, nas molduras que simulam os orifícios para a passagem de cintos de competição, nas costas do banco, que foram inspiradas nas entradas de ar na frente do Insignia GSi.

O ângulo do assento e das costas, bem como a distância e a altura do banco, possuem regulações elétricas. De igual modo, as almofadas de ar que fazem variar o apoio lombar e o ângulo dos apoios laterais são acionadas eletricamente. Todas as regulações, à exceção do ângulo do assento, são memorizáveis. Os sistemas de ventilação e aquecimento atuam no assento e nas costas. Nestas, o condutor pode escolher o movimento de massagem.

No conjunto, as características do novo banco desportivo da Opel são únicas, tendo sido desenvolvidas no centro de competências de Rüsselsheim. Aliás, trata-se do primeiro banco de alta ‘performance’ desenvolvido exclusivamente por um fabricante de automóveis. Na verdade, a prática habitual é recorrer a fornecedores externos quando se trata de adotar este tipo de componentes especiais.

O Centro de Desenvolvimento Técnico da Opel possui longa experiência no que toca a estruturas de bancos. Os planos da nova geração Insignia contemplaram desde o início um conceito modular, com bancos ‘bacquet’ desenvolvidos “em casa” a ocuparem uma das premissas inquestionáveis.

O desenho da estrutura levou em consideração o conceito de baixo peso. Registe-se que um banco dianteiro ‘bacquet’ do Corsa OPC, que já está no mercado há uns anos e não possui qualquer função de conforto nem regulação elétrica, pesa 28 kg. Um banco dianteiro completo do Insignia GSi, com todas as funções, pesa apenas 26 kg.

Os comentários para esta postagem estão desativados.