2019 Opel Astra

Nova série Opel Astra com nova geração de motores

  • O Astra mais eficiente de sempre: redução até 21 por cento em CO2;
  • Coeficiente de resistência ao ar baixa para 0.26 Cd;
  • Nova caixa automática de nove velocidades, para Astra e Astra Sports Tourer;
  • Evolução de chassis: direção mais direta, novos amortecedores e eixo traseiro com paralelogramo de Watt;
  • Nova câmara dianteira e painel de instrumentos digital;
  • Gama em Portugal: três níveis de equipamento e preços a partir de 24.690 euros.

 

A edição de 2020 do Opel Astra é a mais eficiente de sempre, conseguindo significativas reduções de emissões de CO2, até 21 por cento face ao modelo anterior. As motorizações a gasolina e Diesel com caixa de velocidades manual situam-se abaixo da barreira dos 100 gramas por quilómetro (NEDC3), facto que torna este Opel numa referência no segmento dos familiares compactos.

A gama totalmente nova de ultramodernos motores de três cilindros, a gasolina e a gasóleo, abrange um leque de potências de 122 cv a 145 cv, garantindo desempenho dinâmico de alto nível e consumos extremamente reduzidos (consumos NEDC[1]: urbano 6,3-4,1 l/100 km, extraurbano 4,2-3,1 l/100 km, misto 5,0-3,5 l/100 km, 114-92 g/km CO2; consumos WLTP[2]: misto 6,1-4,4 l/100 km, 139-115 g/km CO2). A suavidade e o refinamento destacam-se graças ao veio de equilíbrio situado no bloco, que funciona em contra rotação com a cambota para eliminar vibrações. Todos os propulsores surgem com caixa manual de seis velocidades acoplada, existindo a opção de caixa automática de variação contínua, para a solução a gasolina, e de caixa automática de nove velocidades, para o 1.5 Turbo D.

O trabalho minucioso de desenvolvimento em túnel de vento resultou em grande melhoria do desempenho aerodinâmico do Astra, com tudo o que isso representa em matéria de redução de consumos e de emissões. Com um coeficiente de 0.26 Cd, a Astra Sports Tourer entra na categoria das ‘station wagon’ mais aerodinâmicas do mundo, enquanto o Astra de cinco portas lidera entre os ‘hatchback’ compactos. O Astra torna-se, assim, num dos modelos mais aerodinâmicos do mercado.

O chassis recebeu também a atenção dos engenheiros, que se decidiram por novos amortecedores para aumentar os índices de conforto. As variantes mais dinâmicas recebem também novos amortecedores, mas com maior pressão, uma direção com novo programa de assistência variável e um eixo traseiro com paralelogramo de Watt.

Equipados com a tecnologia mais recente de redução de emissões, como filtro de partículas de gasolina (GPF) e catalisador de redução seletiva (SCR) nos motores Diesel, todas as motorizações do Astra apresentam progressos muito significativos nesta área. Estes propulsores têm bloco e cabeça em alumínio e estão equipados de série com sistema start/stop.

Avanço digital: novas câmaras e novo painel de instrumentos

O Opel Astra foi pioneiro na introdução de uma série de novas tecnologias no segmento dos familiares compactos, sem rival na classe. O melhor exemplo é o sistema de faróis de matriz de LED IntelliLux, que permite circular sempre em luzes máximas sem encandear o restante tráfego. Agora, o novo Astra oferece uma opção adicional de iluminação, sob a forma de faróis de LED de 13 Watt, especialmente eficientes do ponto de vista da energia que consomem. O Astra sobe igualmente vários degraus no campo da digitalização ao passar a oferecer novas câmaras dianteira e traseira, bem como um painel de instrumentos digital. A nova câmara dianteira é mais pequena do que a anterior, mas mais potente graças a um novo processador. Agora, além de veículos, consegue detetar também peões. Por seu turno, a câmara digital traseira disponível com o sistema de infoentretenimento Multimedia Navi Pro capta imagens mais nítidas.

Os novos sistemas de informação e entretenimento do novo Astra – Multimedia Radio, Multimedia Navi e Multimedia Navi Pro – garantem total conectividade graças à compatibilidade com Apple CarPlay e Android Auto. Tal como no Opel Insignia, o dispositivo topo de gama Multimedia Navi Pro dispõe de ecrã tátil de oito polegadas. Os sistemas podem ser personalizados e operados também a partir do volante ou com comandos de voz. Os serviços de navegação conectada maximizam a informação, que é apresentada no ecrã com símbolos redesenhados, de aparência mais moderna. O mesmo se aplica ao painel de instrumentos, que pode ser digital. O sistema de chamada de emergência eCall passa a estar presente na gama Astra.

Carregamento por indução e sistema de som Bose

Um dos equipamentos práticos do novo Astra é o recarregamento por indução de baterias de telemóvel, dispensando, assim, a ligação de cabo. É possível optar por um sistema hi-fi de sete altifalantes e ‘subwoofer’, com assinatura Bose. E para acrescentar ainda mais conforto e segurança à utilização no inverno, o Astra pode ser equipado com para-brisas aquecido.

O novo Astra estabelece novos referenciais na sua classe em tecnologias de topo e em baixos consumos e emissões de CO2 de motores Diesel e a gasolina.

Novo Opel Astra em Portugal

Os primeiros novos Opel Astra começaram a chegar aos concessionários no início de dezembro de 2019. Na gama para o mercado português, em ambas as variantes de carroçaria de cinco portas e ‘station wagon’ Sports Tourer, a opção a gasolina recai sobre o 1.2 Turbo de 130 cv de potência e a alternativa Diesel é constituída pelo 1.5 Turbo D de 122 cv, que pode ter caixa manual de seis velocidades ou automática de nove velocidades. A opção de caixa de variação contínua está associada ao motor a gasolina 1.4 Turbo de 145 cv.

Os preços fixam-se a partir de 24.690 euros, para o Astra de cinco portas 1.2 Turbo, e de 25.640 euros para a ‘station wagon’ Astra Sports Tourer 1.2 Turbo. As versões a gasóleo surgem com preços a partir de 28.190 euros.

A gama Astra distribui-se por três níveis de equipamento: Business Edition, GS Line e Ultimate. O equipamento de série de todas as versões é muito completo, a exemplo do que a Opel pratica em todos os seus modelos.

Todos os novos Astra possuem de série sensores de luz e de chuva, quatro vidros elétricos, fecho centralizado, ar condicionado, fixações Isofix no banco traseiro, apoio de braços regulável entre os bancos dianteiros, rádio IntelliLink Multimedia compatível com Apple CarPlay e Android Auto, programador de velocidade com limitador, sensores de estacionamento, espelhos retrovisores exteriores com regulação elétrica e aquecimento, e jantes em liga leve, entre muitos outros.

O nível topo de gama Ultimate está em particular destaque pelo conteúdo de série invulgarmente recheado de equipamento que é raro encontrar entre os compactos familiares, como os faróis IntelliLux de matriz de LED, bancos ergonómicos forrados a alcântara, painel de instrumentos digital, fecho centralizado de portas sem chave, bem como um leque completo de sistemas de assistência à condução, desde a manutenção de faixa com correção automática até ao alerta de colisão dianteira iminente com deteção de peões e travagem automática de emergência.

 

Novo Opel Astra – Motorizações e Aerodinâmica

Modelo de eficiência: motores do Astra abaixo de 100g CO2

  • Novo motor 1.2 Turbo a gasolina emite apenas 99 g/km de CO2;
  • Novo 1.5 Turbo D de três cilindros com consumos médios em torno de 4 l/100 km;
  • Aerodinâmica: Astra e Astra Sports Tourer são os melhores do segmento;
  • Cortina dupla na grelha dianteira abre e fecha automaticamente.

 

Com baixo coeficiente aerodinâmico, novos motores e novas caixas de velocidades, o Astra torna-se numa referência em eficiência e em baixas emissões. Na comparação com o antecessor, as emissões sofrem uma significativa redução até 21 por cento. O novo Astra é o mais eficiente de sempre, posicionando-se no topo da sua classe.

A estreia mundial da atual geração Opel Astra, em finais de 2015, abriu uma nova era nos familiares compactos, valendo ao modelo alemão a eleição de Carro Europeu do Ano 2016. O Astra fixou novas referências, com construção de baixo peso (menos 200 kg que o modelo anterior) e tecnologias de topo oriundas de segmentos superiores. A Opel dá continuidade a esta estratégia ao estrear na edição 2020 do Astra uma nova geração de motores a gasolina e a gasóleo. Desta nova gama, duas motorizações – uma a gasolina e uma a gasóleo – baixam da barreira de 100 g/km de CO2 (NEDC[3]).

O novo Opel Astra é também líder em aerodinâmica. Com um coeficiente de resistência ao ar de apenas 0.26 Cd, tanto o ‘hatchback’ de cinco portas como a ‘station wagon’ Sports Tourer pertencem à categoria de automóveis mais aerodinâmicos entre os familiares compactos.

Além do trabalho de aperfeiçoamento no capítulo aerodinâmico, os engenheiros da Opel procederam a diversas evoluções ao nível dos componentes do chassis, obtendo um acréscimo de conforto graças a novos amortecedores. Na versão mais dinâmica de chassis, que está disponível em opção, a suspensão possui amortecedores com maior pressão, uma direção com novo programa de assistência, para sensibilidade melhorada, e eixo traseiro com paralelogramo de Watt.

Campeões de eficiência: redução até 21 por cento nas emissões de CO2

A nova geração de motores de três cilindros, a gasolina e Diesel, que se destaca simultaneamente pela economia e pelas ‘performances’, está no fulcro dos progressos feitos pelo Opel Astra no domínio da eficiência. Além do desempenho, os novos motores garantem conforto e refinamento, com níveis mínimos de ruído. As vibrações são atenuadas graças à presença de um veio de equilíbrio situado no bloco de cilindros, que funciona em contra-rotação com a cambota. Todos os motores possuem de série caixa manual de seis velocidades. As opções de transmissão automática estão a cargo de uma nova caixa de variação contínua e de uma nova caixa de nove velocidades. O sistema start/stop é de série em todas as versões.

Os novos motores a gasolina têm cilindradas de 1,2 e 1,4 litros, com 130 cv e 145 cv de potência e valores de binário máximo de 195 a 236 Nm, respetivamente. O motor 1.4 Turbo de 145 cv está exclusivamente associado à nova transmissão automática CVT de sete velocidades programadas, enquanto o 1.2 Turbo surge sempre com caixa manual de seis velocidades.

A integração do coletor de escape, arrefecido a água, na cabeça de cilindros, dá um contributo importante para o rápido aquecimento do motor após um arranque a frio, o que se traduz, uma vez mais, em redução de emissões. Todos os motores estão dotados de válvulas com comando variável. Na balança, o peso total de cada unidade acusa menos seis quilogramas por comparação com as anteriores motorizações de três cilindros.

Registe-se que o novo 1.2 Turbo de 130 cv emite menos 21 por cento de CO2 do que o modelo anterior comparável. A pronta resposta mantém-se – logo às 1500 rpm é entregue 90 por cento do binário máximo, com um tempo de resposta inferior a 1,5 segundos depois de pressionado o acelerador.

 

 

 

 Alta eficiência turbodiesel

Os motores turbodiesel do novo Astra afinam pelo mesmo pendor de eficiência dos propulsores a gasolina, apresentando ainda mais ganhos em consumos e emissões. Estes motores de três cilindros, com bloco e cabeça construídos em alumínio, possuem turbina de geometria variável e veio de equilíbrio. O sistema de injeção direta ‘common rail’ consegue funcionar a pressões até 2000 bar.

O novíssimo 1.5 Turbo D com 122 cv de potência debita um binário máximo de 300 Nm, na versão com caixa manual de seis velocidades, o que diz bem da capacidade de este propulsor imprimir dinamismo ao Astra, sem, contudo, perder de vista a economia de combustível.

O completo sistema de tratamento de gases de escape do Astra 1.5 Turbo D inclui catalisador de redução seletiva (SCR) e catalisador de oxidação passiva, injeção de AdBlue e filtro de partículas Diesel (DPF).

Campeões em aerodinâmica

Para além das novas motorizações, a renovada gama Astra evoluiu em matéria de aerodinâmica. Ambos os fatores contribuem decisivamente para que o Astra de 2020 fixe novos referenciais de eficiência. A resistência ao ar tem grande influência no consumo de combustível. Assim, a eficiência aerodinâmica joga um papel determinante na redução de emissões de CO2. Com um coeficiente de resistência ao ar de 0.26, tanto na variante de cinco portas como na ‘station wagon’ Sports Tourer, o Opel Astra junta-se ao lendário Calibra e ao topo de gama Insignia na galeria dos modelos mais aerodinâmicos produzidos pelo fabricante alemão.

O Opel Calibra usou a coroa de ‘rei da aerodinâmica’ durante mais de trinta anos. Detentor de um coeficiente de resistência ao ar de 0.26 Cd, as suas formas esguias não escondem o desempenho superior na relação com o vento. Agora, o renovado Astra iguala o feito e coloca-se no mesmo patamar, graças a detalhes de otimização que são, contudo, bastante menos evidente a olho nu. Estes trabalhos foram realizados no túnel de vento do Instituto de Pesquisa de Engenharia Automóvel e Motores de Veículos, da Universidade de Estugarda.

Cortina ativa na grelha dianteira

Em deslocação, cerca de 40 a 50 por cento do total de resistência ao ar de um automóvel surge sob a carroçaria e em torno das rodas e dos guarda-lamas. Os engenheiros dedicaram especial atenção a estas áreas, ao mesmo tempo que conceberam uma cortina integral ativa para colocar atrás das grelhas dianteiras. Esta cortina consegue vedar automaticamente a entrada de ar no compartimento do motor, tanto na grelha superior como na inferior, de forma independente. É sabido que uma diminuição de 10 por cento na resistência ao ar traduz-se diretamente numa redução de cerca de dois por cento nos valores de consumo NEDC, ou até cinco por cento quando o automóvel circula a 130 km/h.

Registe-se que a diminuição da resistência resultante do efeito da cortina da grelha, por si só, baixa as emissões de CO2 do novo Astra em 2 g/km.

Além do desempenho aerodinâmico, a cortina integral traz benefícios do ponto de vista de controlo térmico, permitindo atrasar o arrefecimento do motor depois de este ser desligado, ou acelerar o aquecimento após um arranque a frio – algo que é importante no inverno, com reflexos positivos no consumo de combustível, no controlo das emissões e na capacidade de aquecimento do habitáculo.

Apesar da aparente simplicidade e lógica desta solução, a cortina integral ativa constitui um desafio apreciável para ‘designers’ e engenheiros, visto que é necessário levar em linha de conta fatores variados como ‘design’, instalação, proteção de peões e classificações de seguros, assim como diferentes motores e transmissões e as respetivas necessidades de controlo de temperatura.

Otimização do fluxo de ar sob o automóvel

As melhorias no comportamento do fluxo de ar sob o automóvel obtiveram-se com a instalação de carenagem sob o compartimento do motor, um novo painel isolador do depósito de combustível que funciona também como defletor de ar, altura ao solo reduzida em 10 mm – dependendo da versão – e braços da suspensão traseira com formato aerodinâmico.

No total, a otimização aerodinâmica do renovado Astra faz baixar a emissão de CO2 em 4,5 g/km no ciclo NEDC. Num contexto cada vez mais exigente de fixação de limites de CO2, este é um avanço extremamente importante. Recorde-se que em 2020 entra em vigor a meta de 95 g/km de CO2 como média para a frota de veículos comercializada por cada fabricante na União Europeia[4].

 

Novo Opel Astra – Sistemas de Assistência e Infoentretenimento

Tecnologias de topo garantem conforto e segurança acrescidos

  • Nova câmara dianteira otimizada e painel de instrumentos digital;
  • Sofisticados faróis de LED e de matriz de LED IntelliLux;
  • Plena conectividade: Multimedia Navi Pro, serviços de navegação e eCall;
  • Recarregamento de ‘smartphones’ por indução e som hi-fi Bose;
  • Para-brisas aquecido; bancos ergonómicos com certificação AGR.

 

O novo Opel Astra não é apenas um automóvel de referência em eficiência e aerodinâmica. Várias tecnologias avançadas tornam este modelo da Opel mais simples e mais seguro de utilizar. Desde a sua estreia, no final de 2015, o Astra fixou indelevelmente um novo marco entre os familiares compactos ao trazer a este segmento tecnologias e equipamentos de assistência à condução que antes só existiam em categorias de automóveis de luxo. Com a renovação profunda agora operada em toda a gama Astra, a Opel reforça esta estratégia e enriquece ainda mais a lista de equipamento. Na lista entram novidades como faróis de LED, câmaras dianteira e traseira otimizadas, para-brisas aquecido e a mais recente geração de sistemas de informação e entretenimento IntelliLink com serviços de navegação em tempo real, chamada de emergência eCall e assistência em viagem.

Novos faróis, câmaras e painel de instrumentos digital

A novidade dos faróis de matriz de LED IntelliLux integrados no novo Astra, revelada no Salão de Frankfurt de 2015, constituiu uma revolução na classe dos familiares compactos. Este equipamento continua a estar disponível no novo Astra, ao que se acrescenta agora a opção de faróis de LED com potência de 13 W. Estes faróis asseguram excelente visibilidade à noite e contribuem, igualmente, para a eficiência do automóvel, uma vez que poupam energia e reduzem emissões de CO2.

Otimização foi, também, a palavra-chave que levou à evolução do sistema de câmaras do Astra. A nova câmara dianteira é mais pequena mas mais potente do que antes, graças a um processador mais rápido. Agora deteta peões, além de veículos – um significativo aumento de segurança. A câmara traseira digital, disponível em conjunto com o novo sistema de infoentretenimento Multimedia Navi Pro, é também uma novidade que traz melhor visibilidade nas manobras em marcha-atrás, com imagens mais nítidas.

A extensa lista de sistemas de assistência à condução inclui programador de velocidade adaptativo, indicador de distância para o veículo da frente, alerta de colisão dianteira iminente com travagem automática de emergência, reconhecimento de sinais de trânsito e manutenção de faixa com correção de trajetória, para nomear apenas alguns. O sistema de estacionamento automático, com indicações visuais e acústicas, torna mais fácil encontrar um espaço para estacionar e dispensa o condutor de manobrar o volante. O conforto para o condutor e passageiro da frente aumenta com os bancos certificados pela agência alemã de especialistas em ergonomia AGR. Estes bancos podem ser revestidos a tecido, alcântara ou couro de elevada qualidade, oferecendo ainda ventilação e função de massagem.

Infoentretenimento multimedia com navegação em tempo real e eCall

Multimedia Radio, Multimedia Navi e Multimedia Navi Pro – os novos sistemas de informação e entretenimento da renovada gama Opel Astra garantem total conectividade graças à compatibilidade com Apple CarPlay e Android Auto. Estes aparelhos pertencem à mais recente geração de infoentretenimento, que é mais ‘inteligente’, rápida e intuitiva. Tal como no topo de gama Insignia, o Multimedia Navi Pro oferece um ecrã tátil policromático de oito polegadas e permite personalização, também do painel de instrumentos digital. Os serviços de navegação conectada, com informações de tráfego em tempo real e atualizações ‘online’ de mapas, podem incluir informação de preços de combustível e disponibilidade de parques de estacionamento. O novo grafismo da navegação é mais simples e tem aparência mais moderna.

Os novos serviços Opel Connect integram o sistema de chamada de emergência eCall, que estabelece ligação telefónica automática com os serviços de emergência em caso de acidente grave e faculta a localização do veículo. A ligação pode ser efetuada manualmente através da tecla vermelha SOS colocada junto ao espelho retrovisor.

Carregamento sem fios e sistema de som Bose

O conforto é uma das características fulcrais do novo Opel Astra, acentuada por uma série de equipamentos práticos que tornam a vida a bordo mais fácil. É o caso do recarregamento por indução de baterias de telemóvel, num compartimento situado na consola central.

Para os mais exigentes, a Opel propõe em opção um sistema de som hi-fi Bose, dotado de sete altifalantes, ‘subwoofer’ e amplificador digital que pode ser programado com oito perfis distintos.

Os comentários para esta postagem estão desativados.