2019 Opel Vivaro Panel Van

Opel revela a terceira geração do modelo Vivaro

 

  • Características principais mantêm-se: versatilidade e economia;
  • Encomendas a partir do segundo trimestre de 2019;
  • Comprimentos de 4,6 a 5,3 metros; altura de 1,9 metros;
  • Capacidades: carga até 1400 kg, reboque até 2500 kg e volumetria até 6,6 m3;
  • Equipamento avançado: portas de comando elétrico e leque alargado de sistemas de assistência à condução;
  • Versão especial ‘work-site’ e controlo de tração IntelliGrip;
  • Escritório móvel: conectividade multimédia e navegação em tempo real;
  • Opel dá continuidade à renovação da gama de veículos comerciais;
  • Novo modelo terá versão elétrica a bateria em 2020.

 

A terceira geração do Opel Vivaro prepara-se para chegar a um mercado de furgões médios que continua a crescer. Desde 2001, o Opel Vivaro construiu excelente reputação como furgão de mercadorias ou escritório sobre rodas, tendo alcançado já cerca de um milhão de unidades produzidas. Com versões de diferentes dimensões e uma longa lista de tecnologias inovadoras, o novo Vivaro está mais apto do que nunca a lançar-se a uma vasta série de géneros de trabalho. Registe-se que no futuro caberá à Opel a responsabilidade do desenvolvimento à escala mundial dos veículos comerciais para todo o Groupe PSA.

 

 

Assente numa plataforma moderna, o novo Vívaro disponibiliza uma gama completa de variantes, que podem ser encomendadas a partir do segundo trimestre de 2019 – furgão fechado Cargo, ‘crew cab até seis lugares, chassis-cabina e uma variante Combi de passageiros. Pela primeira vez, o modelo tem a oferta de três comprimentos, em vez de apenas dois: 4,6 m, 4,95 m e 5,3 m. Com capacidade até 6,6 m3, o novo furgão da Opel consegue transportar até 1400 kg de carga – mais 200 kg que o modelo anterior. O mesmo se aplica à capacidade de reboque, que aumenta 500 kg, para um total de 2500 kg.

O novo Vivaro só é mais modesto na altura, que se cifra em 1,9 metros na maior parte das variantes. Desta forma, o furgão da Opel consegue aceder a parques de estacionamento subterrâneos, nomeadamente de centros comerciais, permitindo efetuar cargas e descargas nos pontos necessários.

A estabilidade e a segurança numa variedade de pisos escorregadios – lama, areia ou neve – é garantida com a ajuda do avançado sistema de controlo de tração IntelliGrip. O Vivaro surge ainda numa versão especial ‘work-site’ que permite acesso facilitado a locais de construção civil, por exemplo, graças a uma suspensão elevada e a proteções inferiores. A Opel disponibilizará também uma versão com tração integral produzida pela Dangel.

O acesso fácil ao compartimento de carga é garantido pela grande abertura traseira e pelas portas laterais. Pela primeira vez no modelo Vivaro, as portas laterais de correr podem ter comando elétrico com abertura automática, recorrendo a sensores de pé. O novo Vivaro consegue transportar objetos longos até 4,02 metros utilizando a abertura FlexCargo sob o banco do passageiro da frente.

No habitáculo do novo Vivaro, condutor e passageiros sentem-se como se estivessem num automóvel de passageiros. Vários sistemas de assistência à condução, como o ‘head up display’, a câmara traseira 180º, o alerta de colisão dianteira iminente, a travagem automática de emergência e o programador de velocidade simplificam a utilização do furgão. Com bancos colocados em posição ergonómica, todos os comandos estão visíveis e ao alcance fácil do condutor. A conectividade com o exterior é assegurada por avançados sistemas de informação e entretenimento.

Com o novo Vivaro, a Opel dá continuidade à implementação do plano estratégico PACE!, que prevê investimentos em segmentos de mercado de volumes elevados e em crescimento. Já em 2020, o leque de motorizações eficientes do Vivaro será alargado com a chegada de uma versão elétrica a bateria. A Opel iniciará, desta forma, a eletrificação da sua gama de veículos comerciais ligeiros. O novo Vivaro elétrico não estará apenas apto a trabalhar em cidades ou nos subúrbios, mas será igualmente capaz de cobrir as tão discutidas entregas de ‘last mile’ (última milha) nos centros urbanos.

Três comprimentos e FlexCargo

O Groupe PSA é o líder do mercado europeu de veículos comerciais. Recorrendo a uma plataforma do grupo, a gama do novo Opel Vivaro surge com a opção de três comprimentos diferentes. A variante mais compacta, com 4,6 metros, tem um diâmetro de viragem de apenas 11,3 metros, tornando-se muito ágil, e disponibiliza um compartimento de carga com volume de 4,6 metros cúbicos, que pode ser aumentada para 5,1 m3 graças ao prático sistema FlexCargo do lado do passageiro. Com isto, o Vivaro mais curto consegue transportar objetos longos até 3,32 m, em vez de 2.16 m. As variantes de 4,95 e 5,3 metros apresentam capacidades de carga máxima de 5,8 e 6,6 m3, respetivamente. Desta forma, o Vivaro acomodam facilmente escadas ou painéis até 3,67 ou 4,02 de comprimento. Os pequenos objetos, por seu turno, têm múltiplos espaços de arrumação no habitáculo.

A nova geração Vivaro não é apenas um furgão comercial versátil, podendo transformar-se rapidamente num escritório móvel. As costas do banco do passageiro do meio rebatem, dando forma a uma mesa de trabalho para documentos, um computador portátil ou um ‘tablet’.

A versatilidade começa no acesso ao veículo. Para abrir as portas laterais deixa de ser necessário pousar objetos, bastando fazer um movimento do pé para acionar a abertura elétrica automática. Sublinhe-se que as portas de correr controladas por sensores são oferecidas pela primeira vez na nova geração.

Equipamento completo, tecnologias de topo e sistemas de assistência à condução

Com múltiplas regulações do banco – algumas de comando elétrico -, incluindo apoio lombar e apoio de braços, o posto de condução é tão confortável como o de um automóvel de passageiros. Os numerosos sistemas de assistência à condução – pouco habituais nesta classe – garantem que o mesmo se aplica à segurança.

O novo Vivaro está disponível com ‘head up display’ – inédito neste segmento. Por outro lado, os sistemas baseados na câmara dianteira e no radar contemplam:

  • Manutenção de Faixa de Rodagem;
  • Reconhecimento de Sinais de Trânsito;
  • Alerta de Fadiga do Condutor – que avisa para a necessidade de fazer uma pausa depois de duas horas de condução consecutiva e, além disso, avalia o padrão de comportamento do condutor;
  • Programador de Velocidade Adaptativo, capaz de ajustar a velocidade à do veículo da frente;
  • Alerta de Colisão Dianteira Iminente, com dois níveis de alerta;
  • e Travagem Automática de Emergência, com capacidade para evitar uma colisão ou reduzir os seus efeitos.

 

O Vivaro dispõe de sensores de ultrassons à frente e atrás, que avisam para obstáculos nas manobras a baixa velocidade e alertam para a presença de veículos nos ângulos cegos laterais. Dependendo do nível de equipamento, as imagens captadas pela câmara traseira são mostradas no espelho retrovisor interior ou no ecrã de sete polegadas da consola central.

Os sistemas de infoentretenimento Multimedia Radio e Multimedia Navi Pro possuem um grande ecrã tátil de sete polegadas. Ambos oferecem funções de integração de telefone através de Apple CarPlay e Android Auto. A versão Multimedia Navi Pro inclui navegação 3D com mapas de toda a Europa.

Os argumentos do novo Vivaro não valem apenas do lado da capacidade de transporte e das tecnologias provenientes de automóveis de passageiros. Para além de motores da mais recente geração, o novo furgão da Opel disponibiliza transmissões modernas, como a caixa automática de oito velocidades, que representam contributos importantes em eficiência e conforto – dois requisitos decisivos no mercado de frotas. Os intervalos de manutenção alargados, até 50.000 quilómetros, são um fator adicional que reduz custos de utilização. E detalhes como o posicionamento elevado dos faróis, ou a altura máxima de 1,9 metros na maior parte das variantes, baixam o risco da ocorrência de danos. Tudo isto torna o novo Opel Vivaro num dos concorrentes mais económicos no mercado.

Os comentários para esta postagem estão desativados.